quarta, 15 fevereiro 2012 16:08

Barragem do Gove arranca no segundo semestre

NGOVE_INAUG
O ministro da Energia e Águas, Engº João Baptista Borges, anunciou no Huambo, a inauguração definitiva da barragem hidroeléctrica do Gove em Agosto deste ano, com uma potência instalada para produzir 60 MW para as províncias do Huambo e Bié.
“Durante a visita às obras, não vislumbramos nenhuma situação que possa fazer derrapar e comprometer este objectivo. No dia 31 de Março lançaremos a primeira turbina para ensaios com carga e ligação a rede de distribuição e os restantes grupos serão colocados até final de Julho”, afirmou o ministro na visita efectuada no dia 22 de Janeiro de 2012.
O governante assegurou que os factores que podem originar alguns atrasos, se prendem com as rede de distribuição principalmente para a cidade do Huambo.O governante realçou que há alguns projectos de reabilitação da rede de distribuição de energia para as cidades do Huambo e Caála, também a construção de duas subestações que registam alguns ligeiros atrasos.
A barragem hidroeléctrica do Gove localiza-se no sector com o mesmo nome, a 119 quilómetros da cidade do Huambo, possui uma capacidade instalada de produzir 60 MW e a sua reabilitação, a cargo da construtora brasileira Odebrechet, esta orçada num valor inicial de mais de 150 milhões de dólares. As obras de construção da barragem do Gove tiveram início em 1969, tendo sido interrompidas em 1975 devido ao conflito armado. Em 1983 retomaram-se os trabalhos, mas em 1986 foram novamente interrompidos. A intervenção de reactivação da barragem, que em 1990 foi destruída parcialmente, teve o seu início em meados de 2001, por iniciativa do Gabinete de Aproveitamento da Bacia Hidrográfica do Cunene “Gabhic”, cujos trabalhos prolongaram-se até princípios de 2004.
Fonte: Centro de Documentação e Informação - CDI - MINEA
Modificado em quarta, 15 fevereiro 2012 16:15